sexta-feira , dezembro 15 2017
Início / GESTÃO / Leilão pode ser opção lucrativa para início do ano

Leilão pode ser opção lucrativa para início do ano

Colocar um item para ser leiloado pode ser mais fácil do que você pensa, mas existem algumas regras que devem ser levadas em consideração.

Qualquer pessoa física ou jurídica pode leiloar um produto, e para que isso aconteça é necessário que seja feita uma avaliação do item por uma empresa especializada em leilões, além disso, o valor da mercadoria deve estar entre 30% a 40% abaixo do preço de mercado. Essa análise também serve para verificar se o bem está apto para ser vendido.

As empresas de leilões devem se preocupar em passar confiança para as pessoas que desejam arrematar algum item, por isso é importante detalhar o produto e verificar todas as informações, como falta de peças, riscos, itens amassados ou quebrados; entre outras falhas.

A Sato Leilões, empresa com 15 anos de atuação no mercado, promove leilões de imóveis, veículos e maquinários em todo território nacional, utilizando estrutura física e digital para promover as vendas dos bens. “Temos uma equipe de profissionais especializados para realizar a vistorias necessárias, acompanhando o andamento de arremate e entrega da mercadoria ao comprador. É importante fazer essa supervisão para garantir a segurança de todo o processo do leilão”, afirma o leiloeiro Sato Junior, CEO da Sato Leilões.

Muitas dúvidas são recorrentes quando se trata da transparência dos leilões, principalmente quando são feitos de forma online. É necessário disponibilizar toda a descrição dos produtos no site da empresa contratada para realizar a venda, e na própria página da internet pode ser feito o lance. O tempo de disponibilidade dos bens no site pode variar, no caso da Sato Leilões, os itens permanecem acessíveis em um período de 20 a 30 dias.

Se o item não for arrematado, o leilão é encerrado e o produto em questão fica disponível novamente para o cliente, depois disso ele pode vender da forma que achar melhor. O contratante pode leiloar mais de um item e não existe um preço mínimo para os produtos. Não é cobrado valor de taxa para o cliente para que o leilão seja realizado, sendo assim, quem paga a comissão do leiloeiro é o arrematante, um valor de 5% do lance final. Depois de arrematar o item, o repasse do valor arrecadado deve ser feito em transferência bancária em até cinco dias úteis após o encerramento do leilão.

Os leilões também tem sido uma vantagem para as corporações que não passaram bem pela crise econômica, momentos assim podem ser uma boa oportunidade ao consumidor para aproveitar as ofertas, uma vez que os valores dos produtos estão abaixo do preço de mercado e as instituições precisam sanar as dívidas.

Próximo Post

Já é possível fazer a  substituição da Escrituração Contábil Digital 

  Foi publicada, no Diário Oficial da União (DOU) de quarta-feira (08/12), seção 1, págs. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *