terça-feira , janeiro 22 2019
Início / PONTO DE VISTA / Nova Nota Fiscal Eletrônica: o que muda de verdade na vida do Contador

Nova Nota Fiscal Eletrônica: o que muda de verdade na vida do Contador

Indispensáveis na vida das empresas, tanto por serem obrigatórias quanto pela praticidade que oferecem, as Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) não fogem à regra das constantes mudanças por parte do fisco. Inclusive, uma nova versão destas já está disponível para as empresas: a 4.0.

Por mais que, neste momento, a adesão ao novo modelo seja facultativa e ainda seja possível utilizar o sistema da versão 3.10, a partir de 02 de abril de 2018, esta opção não será mais válida, porque o governo desativará a NF-e 3.10. Por isso, a dica é a atualização do sistema o mais rápido que a empresa puder, tanto para aprender a lidar com a novidade, quanto para apontar para os desenvolvedores os problemas que forem encontrados na versão atualizada.

Mas o que mudou desta vez?

Ronnie Birolim, diretor da Soften Sistemas, empresa especializada em softwares e serviços, explica que a versão 4.0 da NF-e traz um novo layout, novos campos de preenchimento e regras de validação da obrigação acessória. Houve também a inclusão, alteração e regras de validação alteradas em diversos campos.

“Agora, as informações relativas ao Fundo de Combate à Pobreza (FCP) devem ser informadas no campo de “Informações Adicionais do Produto, tag: indAdProd”, os valores informados por item nos campos (vBCFCP, pFCP, vFCP, vBCFCPST, pFCPST, vFCPST), quando existirem. Já os valores de totais do FCP (id: W04b e W06a) devem ser informados em “Informações Adicionais de Interesse do Fisco, campo ‘infAdFisco’, quando existirem.”

Trabalho em parceria

Sabemos que, por mais que quem lide no dia a dia com os sistemas de emissão de notas fiscais seja o contador, o fato é que nem todos os profissionais dominam a área tecnológica – e nem precisam fazê-lo. Para isso, existem os desenvolvedores de softwares. Entretanto, nem sempre estes profissionais entendem às reais necessidades da Contabilidade. Eis a importância de encontrar um parceiro de negócios competente e especializado.

“A alteração na emissão de nota fiscal é técnica e quem deve se preocupar com essas mudanças são os desenvolvedores de sistemas, portanto se seu sistema for de qualidade e confiável não há com o que se preocupar, apenas fique atento para que não haja transtornos com sua empresa”, afirma Birolim.

Sobre a Soften

Com 15 anos de experiência no mercado de softwares e soluções tecnológicas para empresas, a Soften Sistemas (www.softensistemas.com.br) é hoje uma das principais empresas brasileiras de software para gestão empresarial e fiscal do País.

Próximo Post

Imposto de Renda: confira com antecedência o que não pode faltar na sua declaração

* Por Sérgio Tavares, Diretor da STavares Consultoria Financeira, com MBA em Gestão Econômica e …