segunda-feira , dezembro 10 2018
Início / PME / Prêmio Professores do Brasil incentiva o empreendedorismo em escolas

Prêmio Professores do Brasil incentiva o empreendedorismo em escolas

Seis educadores da rede pública de ensino receberam nesta quinta-feira (29/11), em solenidade na sede do Serviço Social do Comercio (Sesc), no Rio de Janeiro, o Prêmio Professores do Brasil, por incentivarem práticas de empreendedorismo na educação. É a primeira vez, desde 2005, quando a premiação foi criada pelo Ministério da Educação (MEC), que essa categoria foi incluída, por sugestão do Sebrae.

Os ganhadores foram selecionados, em uma primeira etapa que contou com a participação de mais de 400 professores. Entre os escolhidos, três são de Minas Gerais, e os demais da Bahia, Mato Grosso do Sul e Piauí. Os projetos vencedores são dos professores Elionaldo Bringel de Lima, de Juazeiro (BA); Sande Plyana Silva Almeida, de Montes Claros (MG); Cristiane Juvêncio da Silva, de Varginha (MG); Sérgio José Batista Gomes, de Pará de Minas (MG); Maria Ester Centurião Garcia, de Campo Grande (MS), e Gonçalo Lopes da Silva Neto, de Piracuruca (PI).

A intenção de premiar os educadores pelo Sebrae, juntamente com o MEC, foi a de incentivar os estudantes a conhecer práticas de empreendedorismo. Os trabalhos versaram principalmente sobre temas como educação empreendedora, empreendedorismo social e meio ambiente. Todos os professores vencedores nessa categoria vão receber do Sebrae uma oportunidade de participar do maior evento de educação da américa latina, Bett Educar, que acontecerá em São Paulo de 14 a 17 de maio de 2019, para que os professores possam fazer network, conhecer novas práticas e tecnologias para propiciar seu desenvolvimento e maximizar a aprendizagem dos alunos, segundo a especialista do Sebrae, Rejane Risuenho.

Durante a solenidade desta quinta-feira, a ex-analista do Sebrae Romilda Torres, recebeu uma homenagem por ter participado do projeto. “Ela contribuiu muito nesta área”, afirma Rejane Risuenho. Pedagoga, Romilda tinha 40 anos e foi vítima de feminicídio em 6 de março, quando foi morta pelo marido. Maranhense, ela morava em Brasília desde 1989.

Durante suas 10 edições, o Prêmio Professores do Brasil, instituído pelo MEC em 2005, já teve mais de 44 mil participantes, premiando 334 educadores nas categorias creche, pré-escola, ciclo de alfabetização da 1ª a 3ª séries, de 4ªa 5ª séries e ensino médio.

Fonte: Sebrae

Próximo Post

Recuperações judiciais retomam alta e sobem 11,3% em novembro

Segundo o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, em novembro de 2018 foram realizados …