sexta-feira , agosto 17 2018
Início / PME / Presidente do Sebrae fala sobre importância dos MEI no empoderamento das mulheres

Presidente do Sebrae fala sobre importância dos MEI no empoderamento das mulheres

O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, participou da plenária de encerramento da Virada Feminina, que aconteceu no domingo (27/05) na sede da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, na capital paulista, cujo tema central foi empreendedorismo feminino, especialmente no setor de moda e vestuário.

Afif foi aplaudido ao relembrar a luta que precedeu a criação jurídica do Micro Empreendedor Individual, na qual se empenhou pessoalmente, e da importância que hoje o MEI exerce tanto para as mulheres quanto para esse setor da economia.

“O MEI é uma proposta que eu mesmo enviei ao então presidente Lula. Na época, os críticos diziam que era a precarização do emprego, quando na verdade é a formalização do que já era feito há anos, principalmente no setor da moda. Hoje, existem mais de 8 milhões de microempreendedores individuais no Brasil’, afirmou Afif.

Para ele, a figura jurídica do MEI foi apropriada principalmente pelas mulheres, que têm o desafio de conciliar a carreira profissional com o cuidado dos filhos e da família. “Ao empreender, muitas puderam ter rotinas mais flexíveis e trabalhar de casa, especialmente no setor da moda”, explicou. “MEI é um genuíno programa social, porque nenhum programa desse gênero é válido sem gerar emprego e renda e é o que fazem esses empreendedores.”

Pesquisa do Sebrae apontou que, entre 2005 e 2015, o número de mulheres empreendedoras cresceu 15,4%, saltando de 6,9 milhões para 8 milhões de pessoas, enquanto o de homens, subiu 10,3%, indo de 15,7 para 17,3 milhões.

A Virada Feminina é um evento realizado pela Liga das Mulheres Eleitoras do Brasil (Libra), subsidiária nacional, presidida pela empresária Marta Lívia Suplicy, de uma entidade fundada em 1920, em Washington, que já teve em seus quadros personalidades como a ex-senadora americana Hilary Clinton e a atriz Jane Fonda.

Fonte: Sebrae

Próximo Post

CCJ da Câmara proíbe que empresa adimplente, mas com dificuldade para reduzir dívida, seja excluída do Refis

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou, nesta quarta-feira (09/08), o …